LIANA RSPARDO

Liana Ripardo

POESIA_DE_FORTALEZA-POETA- LILIANA RIPARDO

Nome: Liana Ripardo 

Biografia: Sem Biografia

Poesias

Passarinho

 

Num domingo ensolarado

Um passarinho veio me falar

que de mim, tu queres saber.

Se estou triste por te deixar

ou feliz em um novo viver.

Agoniada como sou, disse:

Oh passarinho

estou feliz e bem.

Não me procures mais e

leve o fantasma que tu traz.

 

O passarinho apenas olhou.

Ficou calado e não retrucou.

Agoniada como sou, disse:

Se queres me amedrontar

para uma gaiola vou te levar.

Hoje tu cantas em liberdade

mas se voltares, não terei piedade.

Então de mim, afasta esses males.

Faz tua presença para suas companheiras aves.

O passarinho voou.

O tempo passou.

Só existe alegria dentro de mim e

desse bendito passarinho

as notícias tiveram fim.

Caixa Preta

Pensamento, sentimento. Profundo e obscuro.

Ouço vozes, berros, gritos e gemidos.

Seria Pandora abrindo a caixa?

Quarto. Frio.

Pesadelo. Medo.

Falta ar; Sufoco.

– Me enforco?

– Suicida!

Mente a mil, taquicardia.

Insônia. Ansiedade.

Ansiolíticos. Antidepressivos.

– A tarja é preta.

Real. Enjoo.

Material. Arrepio.

Caixa Preta foi aberta.

O que há dentro dela?

Será que são capazes de vê-la?

Melhor fechar.

Guardá-la em um lugar difícil de achar. Abismo do ser.

Refaço-me. Ponho a máscara. Fecho a caixa.